segunda-feira, 13 de outubro de 2014

QUANDO


Quando tiver de escolher entre o sorriso e a lágrima, sorria sempre.
Se porém tiver que chorar, chore sem vergonha, pois suas lágrimas purificam sua alma.

Quando você tiver de escolher entre o amor e o ódio, ame com toda força do coração e quando tiver que odiar simplesmente não o faça.

Quando tiver de escolher entre a derrota e a vitória, lute, pois mesmo que não vença será vitorioso pôr não ter cruzado os braços.
Postar um comentário